Assine o Painel do Servidor e receba gratuitamente as principais notícias da semana.
Quero assinar!
Sem reajuste
Polícia Militar é enaltecida em campanha a favor de reajuste salarial
Ter, 19 de Dezembro de 2017 10:10

Em recente artigo divulgado no site da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, foi feito um apelo ao governo do estado para que os membros da Polícia Militar tenham seus salários reajustados.  No artigo é traçada uma breve história da Polícia Militar de São Paulo, traz-se números das atividades da corporação e é mencionado que a PM paulista “mesmo pertencendo ao Estado mais rico da federação, está há mais de três anos sem reajuste salarial”.

Acompanhe abaixo a íntegra do artigo:

 

(Foto: alffoto/iStockPhoto.com)

 

 


Opinião - Polícia Militar: a guardiã do povo paulista*


Coronel Camilo



Criada em 15 de dezembro de 1831, época em que São Paulo ainda era uma província, a Polícia Militar paulista cresceu junto com o Estado de São Paulo. Chamada inicialmente de Corpo de Guardas Municipais Permanentes, a instituição se tornou, ao longo de sua existência, a maior corporação policial do Brasil, a terceira maior militar da América Latina.


Em 1970, já intitulada de Força Pública, se fundiu com a Guarda Civil e recebeu a denominação atual de Polícia Militar contando com aproximadamente 100 mil policiais.


Assim como os números do Estado paulista, os da Corporação também são superlativos. A PM atende, em média, 3.900 ligações de emergência por hora; apreende 400 kg de entorpecentes por dia; 930 armas por mês; realiza cerca de 15 detenções de infratores por hora e recupera 90 mil veículos por ano. Além disso, presta uma infinidade de serviços na área social, como realização de partos emergenciais e palestras de prevenção às drogas.


Um Estado não se desenvolve sem segurança!


As forças policiais dão a garantia necessária para que a população e os empreendedores possam realizar as suas atividades. A Constituição Federal atribui à Policia Militar a missão de realizar o policiamento ostensivo e trabalhar pela preservação da ordem pública.


Tive o privilégio de trabalhar nesta Corporação por 33 anos, vindo a comandá-la no período de 2009 a 2012. O orgulho que sentimos é de ver a Polícia Militar uma instituição cada vez mais forte, preparada, que se atualiza constantemente para atender uma população cada vez mais exigente. Atualmente, como deputado estadual, nosso esforço é para que esse árduo trabalho possa ser reconhecido tanto pelo governo como pela sociedade.


Com mais de 44 milhões de habitantes, o Estado de São Paulo é o mais populoso do país e o mais rico da federação. Para fazer frente a estes desafios, a PM atua diuturnamente nos 645 municípios do Estado, fazendo-se presente na vida da população paulista nas mais diversas modalidades, como no Policiamento de Choque, Rodoviário, Ambiental, Corpo de Bombeiros, Trânsito e Patrulhamento Aéreo, dentre outros.


Esta valorosa Corporação, mesmo pertencendo ao Estado mais rico da federação, está há mais de três anos sem reajuste salarial. O melhor presente que cada policial militar poderia receber neste dia 15 de Dezembro* seria a notícia da apresentação, por parte do governo do Estado, do projeto de lei propondo essa merecida recomposição salarial.



* Artigo publicado no site da Alesp em 14 de dezembro de 2017


 
A Advocacia Sandoval Filho informa que o recebimento de e-mails estará suspenso entre os dias 17/12/2016 e 8/01/2017 por conta do período de recesso do Escritório.
Pedimos a gentileza de retornar o contato a partir do dia 9/01/2017. Agradecemos a sua compreensão.

fechar