Assine o Painel do Servidor e receba gratuitamente as principais notícias da semana.
Quero assinar!
TST
Servidor que exerce função de cargo superior tem direito a receber diferença salarial
Qui, 10 de Maio de 2018 16:03

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu em favor de um servidor que recorreu à Justiça para garantir o pagamento das diferenças salariais referentes ao período em que exerceu funções de um cargo superior ao que foi contratado. O caso envolveu a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) e um auxiliar de operação e manutenção que, por cinco anos, desempenhou funções de instalador de água, cuja remuneração é maior.

 


Na ação, o servidor pediu a promoção ou o pagamento das diferenças salariais referentes ao cargo de instalador de água, respeitadas as progressões de salário por antiguidade.


Em primeira instância, a empresa foi condenada a pagar as diferenças salariais decorrentes do desvio de função. O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ) manteve a decisão, mas negou o pedido sobre as diferenças salariais derivadas das progressões nos níveis de antiguidade. De acordo com o TRT, o reconhecimento às progressões resultaria em reenquadramento formal em cargo para o qual o empregado não foi aprovado em concurso, o que vai contra a Constituição Federal.


No entanto, o ministro Alberto Bresciani da 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, condenou a Cedae ao pagamento de todas as diferenças sobre as progressões. O ministro argumentou que a decisão do TRT contrariava a Orientação Jurisprudencial 125 do TST, a qual determina que o simples desvio funcional não gera direito a novo enquadramento, mas gera o direito às diferenças salariais respectivas, enquanto perdurar tal situação. Os demais ministros acompanharam o voto do relator em unanimidade.

 

(Foto: Flickr do TST)


 
A Advocacia Sandoval Filho informa que o recebimento de e-mails estará suspenso entre os dias 17/12/2016 e 8/01/2017 por conta do período de recesso do Escritório.
Pedimos a gentileza de retornar o contato a partir do dia 9/01/2017. Agradecemos a sua compreensão.

fechar