“Funcionários públicos dedicam a vida ao trabalho e são prejudicados”, diz advogada

“Funcionários públicos dedicam a vida ao trabalho e são prejudicados”, diz advogada

A Advocacia Sandoval Filho orgulha-se em contar com uma equipe de advogados diversa, formada por jovens talentosos e profissionais experientes. E a Equipe Jurídica tem sido ampliada nos últimos anos, com a chegada de novos profissionais. São novas advogadas e advogados, comprometidos com a defesa jurídica do servidor público, que a Advocacia Sandoval Filho apresenta agora em uma série de reportagens sobre esses profissionais.


Ediane Pereira Souza atua há três anos na Advocacia Sandoval Filho. Chegou como acadêmica de Direito, depois de passar por um ano de estágio na área de direito tributário. Tendo conseguido a habilitação para advogar pelo Exame da OAB, foi promovida à Equipe Jurídica.

Natural da pequena cidade Igaratá, no interior de São Paulo, a advogada de 27 anos mudou-se para São Paulo aos 19 anos para estudar. Ela conta que o encanto pelo Direito surgiu assim que compreendeu a importância desse exercício profissional. “Estudei um semestre de Economia e estava decepcionada com o curso. Visitando uma feira de profissões, me identifiquei muito mais com o Direito e vi nessa carreira a possibilidade de ampliar meus horizontes”, conta ela.

Na Advocacia Sandoval Filho, ela contou com o apoio dos colegas e com os aprendizados que colheu durante seus primeiros anos no Escritório. “Todos são muito solícitos e nunca se recusaram a me ensinar”, relembra a advogada. “Aqui, todos arranjam um tempo para orientar e incentivar os mais jovens a dar sempre o melhor no trabalho”.

 

Atenção total ao servidor público

Ediane conta que, logo no início de sua jornada na Advocacia Sandoval Filho, compreendeu as dificuldades enfrentadas pelos servidores públicos e como é errada a noção de que o serviço público é uma carreira fácil. “Os funcionários públicos trabalham muito e são muito prejudicados”, diz. “São pagos de forma incorreta, não recebem o que devem. São pessoas que dedicam a vida inteira ao trabalho e são recompensadas de forma injusta”.

Já como advogada, Ediane passou a atuar também no esclarecimento de dúvidas dos clientes. E é no atendimento ao cliente que a realidade do servidor público se torna ainda mais nítida. “Quando o cliente conta a história dele, ficamos mais motivados a buscar a resolução do processo e garantir o direito dele”, diz. “Todo cliente tem uma história e é essa escuta que nos sensibiliza e nos impulsiona”.

Hoje, ela faz parte da equipe de advogados que atuam no Setor de Execução de Pagar. Algumas das funções dessa equipe são de verificar o pagamento devido ao servidor público que ingressou com ação judicial e conseguiu um parecer favorável. Tudo o que envolve o pagamento ao cliente é apurado e corrigido.

“Apesar de estarmos organizados em setores, a defesa do servidor público é o propósito que move toda a nossa atividade”, conta ela. “Enquanto algumas equipes trabalham no Escritório, outros advogados estão em reuniões na Procuradoria-Geral, conversando com órgãos públicos, em contato com autoridades no Tribunal de Justiça. A gente vê que o trabalho em prol do servidor não acontece só aqui dentro”.

Para ela, essa forte característica do Escritório existe em razão do que acredita o sócio-fundador da Advocacia Sandoval Filho, o advogado Antônio Roberto Sandoval Filho.

“O Dr. Roberto fez disso uma missão de vida e o Escritório leva isso em frente. Ser funcionário público não é uma maravilha como pensa o senso-comum”, afirma. “Eles enfrentam dificuldades e são trabalhadores que merecem respeito. Todos abraçam essa causa aqui. É mesmo como se o Escritório vivesse para o servidor público”.

Compartilhe
menu
menu
Atualizado: 01/07/2022